É muito provável que você já tenha ouvido falar sobre a Osteoporose, doença que atinge mais de 15 milhões de brasileiros, que deixa os ossos mais frágeis, podendo se quebrar com pequenos traumas. As fraturas típicas da osteoporose são as que acontecem no quadril, punho, úmero e com mais frequência nas costas, causada pela osteoporose na coluna.

As fraturas que vão ocorrendo na coluna ao longo dos anos podem levar a um quadro de dor aguda e intensa nessa região em casos de quedas ou traumas mais sérios, ou passam quase despercebidas no caso de micro-fraturas. A consequência, em geral, é a piora da postura com o desenvolvimento de gibosidade (corcunda). Sabendo disso, não podemos deixar de falar sobre as causas, sintomas e tratamento para osteoporose na coluna.

Tratar essa condição é essencial para evitar complicações graves e danos permanentes para o seu bem-estar e a sua qualidade de vida. Neste artigo, separamos informações relevantes sobre a osteoporose na coluna, incluindo dicas e informações para tratamentos com profissionais qualificados. Acompanhe!

Lesões na coluna

O que é Osteoporose na Coluna?

A osteoporose é uma doença que atinge a estrutura óssea, deixando-a porosa, mais fraca, podendo se quebrar com pequenos traumas, como falamos brevemente acima. 

Ela consiste basicamente no desequilíbrio da formação do osso, em que as células que retiram tecido velho ficam mais ativas, enquanto as responsáveis pela reposição da massa óssea perdida não conseguem atuar na mesma velocidade.

Mais frequente entre as mulheres, essa patologia costuma se desenvolver com o avançar da idade, visto que, nessa fase, há uma queda natural na produção de hormônios necessários para proteger os ossos — com destaque para o estrogênio. E quando falamos especificamente da coluna, o assunto fica ainda mais sério…

Fraturas por osteoporose na coluna são conhecidas também como fraturas por insuficiência e ocorrem devido à fragilidade vertebral consequente à menor densidade óssea. Esse tipo de lesão geralmente ocorre após quedas, porém ela também pode surgir após mínimo ou nenhum trauma.

Osteoporose na coluna

Os sintomas da Osteoporose na Coluna

Embora muitas pessoas relatem algum tipo de dor nas costas, apenas um terço das fraturas da coluna realmente causam sintomas dolorosos. Isso faz com que o diagnóstico precoce de fraturas de coluna por osteoporose seja extremamente difícil. 

Fraturas na coluna lombar estão associadas com maior dor e perda de função, do que as fraturas da coluna torácica.

Dentre os sintomas mais comuns, estão:

Osteoporose na coluna

Os tratamentos da Osteoporose na Coluna

Exercício físico

Praticar uma atividade física é um dos métodos mais efetivos para proteger e recuperar sua massa óssea. Estudos já comprovaram que o impacto gerado no esqueleto por um exercício estimula a formação dos ossos, o que diminui a incidência da osteoporose.

Devido à força biomecânica provocada pelos músculos nos ossos, estes tipos de exercícios são capazes de aumentar a densidade mineral óssea.

Além disso, exercício físico regular de resistência também é uma boa solução para reduzir o risco de quedas e fraturas, e também pode promover um modesto aumento da densidade óssea. Alguns exemplos incluem caminhada, corrida ou dança, por exemplo.

Medicamentos

Apesar de vários nutrientes estarem envolvidos na formação e manutenção da massa óssea, o cálcio e a vitamina D são os mais importantes. 

Portanto, a suplementação de cálcio e vitamina D é o tratamento padrão na prevenção de fraturas, devendo ser garantida a ingestão diária mínima em todos os casos de osteoporose e de acordo com a orientação do ortopedista ou nutricionista.

Além disso, outros medicamentos comumente indicados pelos médicos são:


Teriparatida, é uma forma recombinante do hormônio da paratireóide. É um agente anabólico efetivo usado no tratamento de algumas formas de osteoporose. É também ocasionalmente usado sem indicação para acelerar a cura de fraturas.

Após completar o tempo de tratamento proposto, os pacientes devem ter um acompanhamento regular, com avaliações constando de anamnese e exame físico a cada 6 a 12 meses.

Cirurgia

Indicada se houver persistência da dor, mesmo com tratamento clínico. As técnicas mais utilizadas são a vertebroplastia e a cifoplastia. Nelas, introduz-se pequena quantidade de cimento ósseo no interior da vértebra fraturada, através de finas cânulas inseridas pela pele. O cimento ósseo possui efeito de estabilização da fratura, promovendo melhora da dor.

Eventualmente é necessário o uso de implantes, como parafusos, cages e amarrilhos, para sustentação da coluna, correção de deformidades e realinhamento de fraturas.

Cirurgia Osteoporose na coluna

Colete

Pessoas com fraturas nas vértebras são beneficiadas pelo uso desse acessório médico que ameniza as dores agudas do quadro. Além disso, o equipamento também é um importante estabilizador para cifose torácica e outras alterações na postura decorrentes da doença, melhorando o equilíbrio durante a locomoção.

Quando o assunto é tratamento para osteoporose na coluna, devemos destacar a ação sinérgica das atividades físicas, a suplementação com cálcio e vitamina D, o uso de medicamentos e do colete. Essas são ótimas medidas de prevenção da doença.

Não negligencie as dores na coluna, assim como assimetrias nos ombros, costelas e bacia…

Vale ressaltar a importância de um médico especializado para realizar o diagnóstico correto, em alguns casos a intervenção cirúrgica pode ser recomendada por um especialista, com a finalidade de facilitar a locomoção. 

Pensando em proporcionar a melhor solução para sanar os problemas dos pacientes, o Dr. Henrique Noronha é médico ortopedista, especialista em cirurgia de coluna e intervenção de dor, usando técnicas minimamente invasivas, se colocando sempre à disposição para trazer mais qualidade de vida às pessoas que sofrem com problemas na coluna – Agende já a sua consulta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *