Os ombros desalinhados são cada vez mais comuns na sociedade, principalmente por conta dos maus hábitos posturais e da consciência corporal. 

O trabalho no computador pode originar ou piorar a má postura ao estimular uma posição desleixada e permitir que os músculos atrofiam. 

Esse tipo de desvio postural sobrecarrega o pescoço e as costas,e, quando sustentado, pode causar dor crônica e, em alguns casos, dor de cabeça por tensão. 

Por serem tão comuns, é importante conhecer bem os principais deles e aprender algumas técnicas para o tratamento.

Continue com a gente e saiba tudo sobre os ombros desalinhados!

Ombros desalinhados e escoliose

Ombros desalinhados são um dos principais sintomas e formas de diagnóstico da escoliose.

Quando a pessoa apresenta um ombro mais alto que o outro, escápulas inclinadas ou quando um lado do quadril inclinado para cima é possível suspeitar de uma escoliose na coluna.

Um exame físico detalhado da coluna vertebral, costelas, quadris e ombros pode diagnosticar a escoliose.

Outras patologias mais raras como Sprengel, Klippel-Feil e tumores, devem ser consideradas.

O que é Escoliose?

A escoliose é um desvio da coluna vertebral tanto para o lado esquerdo quanto para o lado direito. Dessa forma, o aspecto da coluna se assemelha ao de um “C” ou de um “S”.

Quando olhada de frente ou de cima, a coluna vertebral deve apresentar um aspecto reto. Se olhada pela lateral, porém, é normal identificar duas curvas: uma para trás, próximo ao tórax, que é chamada de cifose, e outra para frente, na lombar, que leva o nome de lordose.

Ao se analisar a coluna vertebral de frente, todas as 33 vértebras devem estar alinhadas. Curvaturas de até 9 graus são consideradas normais, mas quando elas são de 10 graus ou mais, já caracteriza a escoliose.

As muitas classificações desta doença variam de acordo com sua gravidade e também com a posição da vértebra desalinhada. Quanto maior for esse ângulo, mais sério é o caso.

Escoliose

Atividades do cotidiano que podem ajudar a corrigir a postura e os ombros desalinhados

Fortaleça os músculos das costas

Uma parte da capacidade de colocar os ombros para trás e mantê-los alinhados de maneira adequada advém do fortalecimento da região do meio das costas, localizada entre as escápulas. 

Os principais grupos musculares desse local são o paravertebral, os rombóides, o trapézio e o infraespinhal.

Quando esses músculos estão muito fracos, eles permitem que os ombros fiquem caídos para a frente. Se a musculatura estiver fortalecida, é mais fácil conquistar e manter uma boa postura.

hiperextensão lombar

Alongue as costas, peito e ombros

Além dos músculos fracos do meio das costas, a tensão exagerada da musculatura peitoral também contribui para empurrar os ombros para a frente e tirá-los do alinhamento normal. 

Ironicamente, essa postura é bem comum em pessoas que frequentam a academia, mas dedicam muito tempo trabalhando os músculos do peito (peitoral) e os músculos anteriores dos ombros e não exercitam muito a musculatura romboide (entre as escápulas) e musculatura posterior dos ombros. 

A solução é evitar trabalhar demais o peitoral e ver se ele está bem alongado e flexível. Um problema semelhante acontece quando os músculos da parte inferior do pescoço (como o trapézio e o músculo elevador da escápula) ficam muito tensionados/fortes – eles retraem os ombros e fazem a pessoa parecer que está sempre com os ombros encolhidos.

Preste atenção na postura

Os vícios posturais e/ou doenças que causam a má postura corporal, se não tratados, irão promover processos degenerativos articulares, provocar erosões ósseas, chegando até a desenvolver osteófitos e gerar dor crônica nos pacientes acometidos. 

A formação de contraturas musculares, pontos-gatilho, déficit de equilíbrio, além dos ombros desalinhados, a dor crônica e propriocepção também podem ser apontados como consequências da postura corporal incorreta.

Tal problema geralmente é causada por desleixo habitual para se sentar ou ficar em pé. 

Contrariando a crença popular, a coluna vertebral não tem que ser reta com um poste. Uma coluna saudável possui três curvas naturais que a fazem parecer com a letra “S” vista de lado.

A curvatura para a frente no pescoço está relacionada com a curvatura para trás do meio das costas e juntas elas formam outra curva virada para frente no fim da coluna. 

Sendo assim, numa visão lateral, os ombros devem se alinhar com a articulação do quadril (no meio da pélvis) e dos tornozelos.

má postura corporal

Procure um médico sempre que necessário

Lesões no ombro por conta da prática de esportes ou outros traumas, como um acidente de carro ou uma queda, também podem desalinhar as escápulas e a parte superior do corpo. 

Por exemplo, deslocamentos, ombros separados, fraturas no braço ou na clavícula, além de vários graus de distensões e estiramentos musculares podem fazer a articulação do ombro vergar para baixo ou se projetar para frente mais do que o normal. 

Sendo assim, verifique se a lesão no ombro foi tratada adequadamente e ficou totalmente curada antes de voltar às atividades que sobrecarregam a região.

Fique atento, não negligencie as dores na coluna, assim como assimetrias nos ombros, costelas e bacia…

E em caso de dor na coluna e nos ombros, sempre procure um especialista para que possa receber um diagnóstico mais preciso, de forma a direcionar seu tratamento.

Complemente o seu conhecimento com esses próximos artigos:

👉 Os malefícios causados pela má postura corporal – Dr Henrique Noronha 

👉 Cifose: O que fazer para evitar a “corcunda” na coluna 

👉 Lordose ou Hiperlordose? Saiba quais as causas e diferenças entre elas. 

👉 Os malefícios causados pela má postura corporal – Dr Henrique Noronha
Vale ressaltar a importância de um médico especializado para realizar o diagnóstico correto. Pensando em proporcionar a melhor solução para sanar os problemas dos pacientes, o Dr. Henrique Noronha é médico ortopedista, especialista em cirurgia de coluna e intervenção de dor, usando técnicas minimamente invasivas, se colocando sempre à disposição para trazer mais qualidade de vida às pessoas que sofrem com problemas na coluna – Agende já a sua consulta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.