Artroplastia Cervical

Tratamento > Artroplastia Cervical

O que é Artroplastia Cervical?

A artroplastia do disco cervical, ou substituição do disco cervical, é um procedimento cirúrgico que substitui um disco intervertebral danificado ou degenerado por um implante (disco artificial) projetado para preservar o movimento do pescoço.

A substituição do disco cervical é uma operação realizada na coluna cervical (pescoço), usada para tratar doenças como braquialgia do braço (dor no nervo do braço) e radiculopatia cervical, normalmente devido à hérnia de disco cervical (prolapso).

Artroplastia Cervical

A substituição do disco cervical é normalmente realizada para evitar a fusão de um a dois níveis da coluna, preservando assim o movimento e o movimento do pescoço e evitando a degeneração em outros níveis da coluna. 

Esse procedimento tem como objetivo aliviar a dor causada pelos nervos comprimidos na coluna cervical. O procedimento é semelhante a uma Discectomia Cervical Anterior e Fusão (ACDF), no entanto, em vez de fundir a coluna vertebral, um implante de preservação de movimento é inserido no espaço do disco.

Artroplastia Cervical

Esse é um procedimento comum?

Este é um procedimento muito comum. A cirurgia é bem tolerada pela maioria dos pacientes, sendo a média de internação de 1 dia. O procedimento é realizado sob anestesia geral.

Uma pequena incisão é feita na parte frontal do pescoço, geralmente com 3 a 4 centros de comprimento. Nenhum músculo significativo é cortado durante a abordagem da coluna vertebral, portanto, a dor pós-operatória é mínima. 

É comum sentir dor de garganta e algum desconforto leve ao engolir após a cirurgia. Isso geralmente se estabiliza em 2-3 dias.

O objetivo da cirurgia é descomprimir os nervos e a medula espinhal removendo o disco intervertebral danificado. Isso melhora os sintomas de dor nos nervos e dor no pescoço. 

Uma vez que o disco é removido e os nervos não mais comprimidos, um dispositivo de preservação de movimento (disco artificial) é inserido no lugar do disco para manter os corpos vertebrais separados. O disco artificial funciona como um disco intervertebral normal, preservando o movimento e o movimento.

A cirurgia de substituição de disco é muito bem tolerada pela maioria dos pacientes e alivia os sintomas de compressão nervosa em mais de 90% dos pacientes. Pode ocorrer alguns dos seguintes sintomas após a cirurgia, que geralmente melhoram em 1 a 4 semanas:

– dor de pescoço
– dor entre as omoplatas (dor interescapular)
– formigamento, no braço ou na mão:
– uma mudança no caráter de sua voz – devido ao afastamento dos nervos que vão para suas cordas vocais
– dor de garganta/dificuldade em engolir: afastamento do esôfago

Esses sintomas geralmente são facilmente controlados com analgesia simples. Os pacientes são orientados a evitar levantamento de peso, esportes de contato e esforço físico excessivo por 6 a 12 semanas após a cirurgia. 

A maioria dos pacientes pode voltar a dirigir após 2 a 3 semanas. Não é rotina que os pacientes tenham que usar um colar cervcal após a cirurgia.

Riscos da artroplastia de disco cervical

A maioria das cirurgias de artroplastia de disco cervical pode ser realizada com segurança e sem complicações. No entanto, como qualquer procedimento cirúrgico, existem riscos associados tanto ao anestésico quanto ao procedimento em si:

  • Alterações de voz – geralmente melhoram em alguns dias
  • Lesão recorrente do nervo laríngeo causando mudanças permanentes na voz
  • Dificuldades para engolir – disfagia – geralmente melhora em alguns dias
  • Dor na parte superior das costas
  • Lesão esofágica, traqueal
  • Lesão do nervo causando dor, dormência ou fraqueza no braço
  • Lesão da medula espinhal causando paralisia dos braços e pernas
  • Soltura da prótese
  • Doença do segmento adjacente (ASD) – degeneração no nível da coluna acima ou abaixo da fusão
  • Sintomas persistentes
    Recorrência de sintomas
    Mau posicionamento ou mau funcionamento do disco artificial

Considerações Gerais?

A substituição do disco cervical é um procedimento minimamente invasivo realizado por meio de uma pequena incisão na parte frontal do pescoço. A substituição do disco cervical é geralmente realizada para tratar condições como hérnia de disco cervical (prolapso) e estenose do canal cervical. Geralmente é realizada para aliviar sintomas como braquialgia (dor no braço), dormência, formigamento ou fraqueza nos braços ou nas mãos e, às vezes, dor no pescoço.

Durante a substituição do disco cervical, a coluna é exposta ao retrair a laringe e o esôfago. Assim que a coluna é exposta, o disco danificado é removido para permitir a descompressão dos nervos espinhais. O disco é então substituído por um disco artificial, que preserva o movimento.

É impossível prever quanto alívio da dor você receberá e com que rapidez ocorrerá após a cirurgia de substituição de disco. Freqüentemente, os pacientes apresentam alívio imediato dos sintomas do braço após a cirurgia. Em outras ocasiões, pode levar semanas ou meses para os sintomas melhorarem.

Alguns pacientes apresentam dor, dormência ou fraqueza que não melhora completamente e pode ser permanente. Isso geralmente é devido a lesão permanente do nervo ou da medula espinhal como resultado de compressão nervosa de longa data, ou ainda, alteração crônica do processamento da dor (dor nociplástica).

É muito comum sentir dormência e formigamento nos braços e nas mãos nas primeiras semanas após a cirurgia. Isso melhora lentamente com o tempo na maioria dos pacientes.

Se você não teve melhora dos sintomas de dor no braço após a cirurgia, é importante relatar isso ao Dr. Henrique.

É muito comum sentir dor no pescoço e entre as omoplatas nas primeiras semanas após a substituição do disco cervical. Esta é uma dor incisional e adaptativa da prótese, e normal no pós-operatório e deve melhorar lentamente à medida que a ferida e os músculos cicatrizam.

Se você não teve melhora dos sintomas de dor no braço após a cirurgia, é importante relatar isso ao Dr. Henrique.

Alguns pacientes também notarão uma mudança na qualidade de sua voz após a cirurgia. Isso geralmente melhora com o tempo e raramente é permanente.

Isso pode persistir por semanas ou até meses. As melhorias na dor e rigidez no pescoço podem levar muitos meses para se tornarem evidentes, por isso é importante ser paciente com sua recuperação, porém, possuímos recursos para tratar tais sintomas.

É normal sentir dor de garganta e algum desconforto ao engolir nas semanas ou meses após a cirurgia. Isso ocorre devido à retração na laringe e no esôfago. Esses sintomas devem melhorar lentamente com o tempo. 

É importante que você faça suas atividades com calma e cautela durante as primeiras seis semanas após a cirurgia de substituição do disco cervical, de forma a permitir que a ferida cicatrize e maximize sua recuperação.

Artroplastia Cervical