Cifose de Scheuermmann

Resultados cirúrgicos são individuais e não podem ser garantidos!

O que é doença de Scheuermann?

A doença de Scheuermann, ou cifose de Scheuermann, é uma condição em que uma criança tem aumento da curvatura (cifose) no meio das costas.

A cifose geralmente ocorre durante períodos de crescimento acelerado. Se a parte da frente da coluna não crescer tão rapidamente quanto a parte de trás da coluna, as vértebras se tornam em forma de cunha. Essa mudança na forma faz com que o meio da coluna se curve para frente de maneira anormal, levando a uma postura arredondada ou curvada.

O que causa a doença de Scheuermann?

Sua etiologia exata é desconhecida, mas um mecanismo proposto é por necrose asséptica nos anéis apofisários vertebrais, isto é, uma inflamação que ocorre dentro das vértebras fazendo com que parte dela seja destruída, reabsorvida e então remodelada. A este processo chamamos de osteocondrose juvenil ou osteocondrose deformante.

A carga axial excessiva da coluna devido ao levantamento de peso pesado também pode contribuir.

Existe uma forte predisposição hereditária (talvez autossômica dominante) com alto grau de penetrância e expressividade variável.

Aproximadamente 4 a 8 % pessoas têm, e ocorre em homens duas vezes mais que em mulheres.

Aproximadamente 20 a 30% dos pacientes com doença de Scheuermann também desenvolvem escoliose.


Sintomas e efeitos da doença de Scheuermann

Os sintomas da doença de Scheuermann geralmente se desenvolvem entre as idades de 10 e 15 anos, enquanto os ossos ainda estão crescendo.

Os sintomas mais comuns da doença são:

  • Fadiga
  • Dor nas costas.
  • Isquiotibiais tensos.
  • Curvatura rígida da coluna (cifose).
  • Perda de flexibilidade.
  • Flexão ou postura que piora com o tempo.

Em casos graves, a doença de Scheuermann pode afetar a respiração ou causar lesões na medula espinhal. A condição também pode aumentar a probabilidade de desenvolver artrite nas costas mais tarde na vida.
Diagnóstico e tratamento da doença de Scheuermann.

Ocorre na coluna torácica em até 75% dos casos, seguido pela coluna toracolombar combinada, e ocasionalmente coluna lombar, e raramente cervical.

Um diagnóstico é dado se:

Os critérios de Sorensen forem atendidos: 

  • cifose da coluna torácica> 40 ° (normal 25-40 °) ou
  • cifose da coluna toracolombar> 30 ° (normal ~ zero graus) e 
  • pelo menos 3 vértebras adjacentes demonstrando encanamento de > 5 °.

Outros sinais radiológicos incluem: 

  • irregularidade da placa terminal vertebral devido à extensa invaginação do disco, 
  • estreitamento do espaço do disco intervertebral mais pronunciado anteriormente 
  • Condições associadas: Nódulos de Schmorl (hérnias discais intravertebrais), limbus vertebrae, escoliose (~ 25%), espondilolistese

Os testes usados ​​para diagnosticar a doença de Scheuermann podem incluir:

Raio-X: os raios-X tirados do lado ajudam a mostrar se alguma vértebra está em cunha.
Ressonância magnética: as ressonâncias magnéticas mostram imagens detalhadas das vértebras afetadas, bem como dos tecidos circundantes e da medula espinhal.
Tomografia computadorizada: se necessário, uma tomografia computadorizada pode oferecer uma visão mais detalhada das vértebras.
Seu filho pode receber tratamento para a doença de Scheuermann para aliviar a dor, corrigir a curvatura anormal da coluna ou prevenir o agravamento da curvatura.

O tratamento da cifose de Scheuermann varia dependendo de:

A idade do seu filho,
A gravidade da curvatura (cifose):

  • <50 °: conservador, alongamento, alterações posturais 
  • 50-75 °: colete
  • > 75 °: cirurgia

As preferências de você e de seu filho.

Se seu filho sentir dor, a fisioterapia pode ajudar a fortalecer os músculos e melhorar a flexibilidade, o que pode ajudar no controle da dor. No entanto, os exercícios de cifose por si só não reduzem a curvatura anormal da coluna. Se a dor se tornar um problema para seu filho, os medicamentos antiinflamatórios não esteróides (AINEs) podem ajudar. Em alguns casos, seu filho pode se beneficiar de um suporte para as costas da cifose para evitar o agravamento da curvatura. A órtese geralmente mantém a coluna reta durante o crescimento e evita que a cifose progrida em crianças menores de 14 anos. Se seu filho usar a cinta de cifose de forma consistente, a curvatura geralmente é corrigida após dois anos.

A Cirurgia de coluna para Cifose, ou Giba Dorsal, é realizada em casos superiores a 75 graus, dor intratável, ou desejo estético. Efetuamos osteotomia (retirada de parte óssea) das vértebras acometidas e corrigimos a curva excessiva com a colocação de hastes semi-rígidas hipomoldadas e fixadas a parafusos pediculares. A cirurgia é realizada sob anestesia geral e monitorização neurofisiologia intra-operatória (para checagem e auxílio na preservação de integridade da função dos nervos). O tempo de internação médio é de 4 dias. Riscos inerentes a qualquer cirurgia da coluna: dano neurológico, sangramentos, infecção, soltura de instrumental, complicações anestésicas e clínicas. Os riscos dependem da agressividade da curva, comodidades do paciente (problemas respiratórios, cardiovasculares) e da experiência da equipe assistente.

Resultados cirúrgicos são individuais e não podem ser garantidos!

Fale conosco e tire suas dúvidas!!